História & Geografia

.posts recentes

. Agrupamento de Escolas de...

. Castro de Penices/ Gondif...

. Estação Arqueológica de P...

. HistóriGeo - Portugal

. HistóriGeo - Portugal

. Esmeriz, Vila Nova de Fam...

. Feliz Natal e Excelente 2...

. Pedome - Famalicão

. Clube de História - E B 2...

. IndústriaTêxtil - Vila No...

.arquivos

. Outubro 2016

. Abril 2016

. Agosto 2015

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Novembro 2012

. Dezembro 2011

. Março 2011

. Novembro 2010

. Maio 2010

. Abril 2009

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

Terça-feira, 16 de Outubro de 2007

Alimentação em Portugal - factos históricos

A Alimentação:

Descrição da alimentação de um jornaleiro agrícola, no concelho de Vila Nova de Famalicão -início do século XX.

            "A ração diária d' um adulto - médias.

            Em géneros : Pão de milho, legumes sêccos, legumes verdes, batatas, peixe salgado, azeite ou gordura de porco, carne de porco (esta última só quando comem na casa do patrão) " (27).

            Pedro Dória Nazareth descreve a população da zona de Vila Nova de Famalicão no início do século XX, dizendo que " é na sua maioria uma população robusta e resistente não abusando do álcool.

            Se trabalham a sêcco, o que é rarissimo entre os jornaleiros, tomam sempre três refeições, sendo a primeira às 8 horas da manhã e a última à noite, compostas de uma grande malga de caldo de legumes e pão de milho, a segunda ao meio dia, é constituída pelo mesmo caldo e pão de milho e mais um pouco de bacalhau ou duas sardinhas.

            Quando comem por conta do patrão, de Inverno tomam as mesmas três refeições mas  acrescentando à primeira, sardinhas ou bacalhau e batatas ensopadas, e na segunda comem o bacalhau acompanhado de arroz ou batatas, e duas a três vezes na semana carne de porco.

            Nestas circunstâncias têem ainda no Verão mais duas refeições, à pega às dez horas da manhã e à merenda às cinco horas, constituídas por pão e vinho" (28).

            Para finalizar deve ser referido que no seu aspecto geral, a alimentação do trabalhador rural "é monótona, com pouca variedade, em que a maior parte das substâncias nutritivas é fornecida pelo pão de milho. . . " (29).

(27) NAZARETH, Pedro Dória - Estudo sobre a alimentação das classes trabalhadoras no continente de Portugal, in Tuberculose

"Boletim da Assistência Nacional aos Tuberculosos, Lisboa, nº 4, 1907.

(28) Idem, Ibidem.

(29) ALMEIDA GARRETT, António de - Hábitos Alimentares..., in Portugal Médico, vol.XX, nº 10, Porto, 1936, pp.431-432.

Trabalho de Pesquisa:

CARNEIRO, Eduardo Manuel Santos (2002)-“Alimentação em Portugal - Subsídios para o seu estudo” Universidade Portucalense, Porto.Porto.

www.eduardocarneiro.blog.com

www.eduardocarneiro.blog.com 

tags:
publicado por EduardoSantosCarneiro às 20:06
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.favorito

. Alimentação em Portugal, ...

. Vila Nova de Famalicão - ...

. Famalicenses - Termas/His...

. Esmeriz - Vila Nova de Fa...

. Alberto Sampaio - Histori...

. Visconde de Pindella - S....

. Concelho de Vila Nova de ...

. Eduardo Santos Carneiro -...

. Arqueologia Industrial - ...

. Arqueologia Industrial - ...

blogs SAPO

.subscrever feeds